sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Curtinhas: STJD libera Morumbi e Jean / Clima quente na Gávea

Mandos e desmandos STJD

O STJD liberou o Morumbi para o jogo final do São Paulo na última rodada. Depois de vetar, liberar, voltar atrás, agora o confuso juri desportivo liberou de vez o estádio, retirando a punição antes imposta.

Outro dos paulistas que também está liberado para jogar é Jean. O jogador havia sido punido por três jogos, entretanto, depois de ser duramente repreendido muitos muitos da imprensa e por claramente demonstrar uma certa "má vontade" com o clube, o tribunal mais uma vez voltou atrás e liberou o atleta para as duas últimas rodadas.

Dessa forma a justiça desportiva não se diferencia muito de nossa justiça comum, atrapalhada e tendenciosa.

Clima quente na Gávea

Já na toca do urubu o clima andou bem quente no treino de ontem. Após uma dividida entre os volantes Airton e Willians, o joven Willians pegou a bola e mandou uma bomba em cima do companheiro.
Aos berros foi possível escutar "Está maluco Willians???".

Curiosamente é que as confusões, brigas e supapos só estão acontecendo na parte de cima da tabela, mais precisamente G4. Primeiramente foi com o São Paulo, na troca de empurrões. Depois foi a vez do lutador de Muai Tai, Obina disparar um soco/tapa no vento raspando em Maurício. Agora é a vez da discórdia chegar a gávea.

Se os times de cima estão com seus jogadores brigando entre si, os de baixo então, da zona do rebaixamento vão começar a dar tiros nos centros de treinamento.

Artigo enviado pelo jornalista Julio Almeida.

Por mais que o time não consiga conquistar a taça Sul-Americana, uma coisa pode-se destacar em toda a imprensa: Jamais um clube brasileiro foi tão guerreiro quanto o Fluminense. E tem mais, pode-se dizer também que o tricolor carioca já é um grande vitorioso. Tudo isso se deu pela belíssima campanha realizada pelo tão inacreditado time das Laranjeiras, devido à péssima campanha no Brasileirão – e pode ser que não caia para a segunda divisão.

Mas o inusitado aconteceu. Quem diria, mais uma final contra a LDU. E por mais que o Fluminense tenha perdido por 5 a 1, em Quito, o time das Laranjeiras ainda não se deu por derrotado e convoca toda a expressividade da torcida pó-de-arroz para somar as forças e tentar aquilo que se parece ser o impossível, fazer 5 gols na técnica equipe da LDU e ainda não sofrer nenhum. Com certeza a torcida verde, grená e branca mais uma vez estará no Maracanã para dar o apoio necessário.

Porém, a torcida dos derrotados, novamente vem secar o time que ontem foi e hoje é o Brasil, mas acredito que agora será diferente. E é por isso que o Fluminense foi e sempre será um time guerreiro, pois apesar de ter perdido a primeira partida, não se intimidou e partiu para cima dos adversários e enfrentou grandes “torcidas” fiéis, formadas pelos frustrados. Coloco torcidas entre aspas pois para mim não são consideradas como tais e sim uma manifestação do ridículo de ir contra a sua própria nação, pois a partir do momento em que um único clube brasileiro disputa um campeonato internacional, este representa o seu país.

Termino esse artigo parabenizando o Fluminense pela história traçada até o momento e por ser o finalista que carregou o nome do país em toda a América. Não posso esquecer de citar a torcida que também muito contribuiu para as vitórias do time e foi fiel até fora de casa. O inacreditado e gigante tricolor carioca, mesmo não conseguindo conquistar o campeonato já pode ser considerado o Campeão Sul-Americano, pois nunca se ouviu falar tanto de um time e nunca os jornais nacionais e internacionais estamparam tanto a imagem de um Clube como a do Fluminense. Avante FLUZÃO...Vamos GANHAR....

Julio Almeida - - Torcedor Fiel das Laranjeiras

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Frustração


Essa é a única palavra que pode descrever o sentimento de todos os torcedores tricolores neste momento. Mais uma vez o time não soube se comportar na altitude de Quito, e dessa vez a goleada foi maior ainda, 5 x 1. O time sentiu a falta de experiência com media de idade de 22 anos, sentiu o cansaço da maratona de 10 jogos nos últimos 30 dias, e pior ainda, sentiu-se envolvido pelo futebol da LDU.

Aliais, justiça seja feita, o time Equatoriano atingiu a impressionante marca de 12 gols marcados em casa nas últimas duas partidas. No jogo de volta no Rio, pode até perder por 3 gols de diferença que conquista a tão sonhada Tríplice Coroa. (Libertadores de 2008, Recopa e Copa Sul-Americana de 2009).


Para o torcedor do Flu resta acreditar, afinal o futebol é feito de histórias espetaculares. Quem não se lembra do Palmeiras e Vasco pela Mercosul em 2000? O Vasco perdia o primeiro tempo por 3 x 0, já no segundo marcou 4 gols, virando a partida e sendo campeão. E o próprio tricolor possui feitos históricos, ano passado em viradas contra Boca Juniors e até mesmo contra a LDU.

Esse ano, esse mesmo time que luta bravamente para não ser rebaixado deu provas que pode conseguir resultados improváveis. A virada contra o Cruzeiro é um exemplo, fazer três gols no segundo tempo com um Mireirão lotado, virando e vencendo a partida.

A decepção por deixar o título tão distante e novamente para a LDU, abriu mais uma cratera no já ferido coração tricolor, entretanto, o que resta agora é somente apoiar incondicionalmente o time. Comparecer ao Maracanã é uma obrigação de cada torcedor, agora é hora de seguir o “Alcorão das Laranjeiras”, cantar muito e bem alto para que as boas vibrações cubram os jogadores de garra se em algum momento faltar a técnica.

Temos somente uma chance e não podemos mais falhar.


Reveja os gols na Globo News
Foto 1: Agência Reuters

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Histórico e gols do confronto, Flu x LDU


Relembre aqui os quatro confrontos que envolveram tricolores e Equatorianos em 2008.

Para o torcedor tricolor, lembrar dos jogos contra a LDU no ano passado é algo ainda muito doloroso. Um time que ninguém apostava muito veio e “roubou” o que seria o maior triunfo do Fluminense nos tempos atuais. Porém, os Deuses do Futebol, pouco mais de um ano depois, deram a chance de a história ser contada com um desfecho diferente.

É claro que o peso do título é outro, entretanto a oportunidade é ótima para fechar a ferida que insisti em não cicatrizar no coração de cada torcedor do Fluminense.

4 Jogos / 2 Vitórias do FLU / 1 Empate  / 1 Derrota / Gols Pró – 6 / Gols Contra - 5





Voltaço vence Fênix em jogo-treino

O Volta Redonda venceu o jogo-treino disputado contra o Fênix, por 4 a 0, na tarde desta quarta-feira, no Estádio Raulino de Oliveira.

Os gols do treinamento, no primeiro tempo, foram marcados pelo meia Marcinho Mossoró, aos sete minutos, após belo passe do atacante Fábio e pelo lateral-esquerdo Márcio Loyola, aos 18, após rebote do goleiro no chute do lateral China.

Os outros dois gols da equipe foram marcados pelo atacante Maciel e pelo zagueiro Anderson Carvalho, ambos na segunda etapa.

Para o Volta Redonda, o treinamento fez parte da preparação para a estreia no Campeonato Estadual, em janeiro. “Mesmo com a forte chuva, o jogo-treino foi válido para avaliarmos a equipe. Preferi poupar alguns jogadores para que todo o grupo se mantenha no mesmo estado físico e ritmo de jogo. O Fênix está em atividade e exigiu bastante dos nossos atletas”, avaliou o treinador do Volta Redonda, Paulo Cezar Catanoce.

Já para Valter Cesar, o Valtinho, treinador do Fênix, o treinamento teve o objetivo de preparar a equipe para a segunda partida da decisão da terceira divisão do Rio, no próximo domingo, contra o Sampaio Corrêa, fora de casa.

“O time enfrentou uma equipe mais qualificada tecnicamente, mas isso sempre é bom para os garotos. O resultado no treinamento não importa muita coisa. Foi importante para corrigirmos alguns detalhes para a final. Temos condições de vencer por dois gols de diferença, no domingo, como eles fizeram com a gente, e tentar a conquista do primeiro título da história do Fênix”, ressaltou Valtinho.

Fonte: Fair Play Assessoria

É hoje! Flu e LDU se reencontram na final

E hoje tem muita emoção para o torcedor tricolor. LDU e Fluminense fazem a primeira partida da final da Copa Sul-Americana. Após um ano e meio o Fluzão volta ao estádio onde foi goleado por 4 x 2 no primeiro jogo da final da Libertadores.
 Na época o Flu tinha um time melhor, jogando mais bonito e bem descansado. Entretanto, acabou perdendo o jogo e posteriormente o título.

Diversos jornalistas esportivos não acreditam que o título vá para as Laranjeiras, e ainda teve opiniões no mínimo desrespeitosas. Juca Kfure questionou o fato de o time jogar com o que tem de melhor, alegando que poderia entrar apenas com os reservas, entregando o título sul-americano, para se concentrar apenas no Brasileirão.

Confesso que os times tricolores das últimas décadas não souberam lidar muito bem com o favoritismo. Finais como a da Copa do Brasil contra o Paulista, e Libertadores do ano passado contra a própria LDU, são títulos dados como certo pela torcida e mesmo pelo time.

Porém dentro de minha humilde opinião, acho que o Flu historicamente sabe lidar muito bem quando a situação não é favorável. Acredito sinceramente que essa Sul-Americana está cheirando a título! Quando todos duvidam, desconfiam e acham que não tem chances, é que o Flu fica mais forte quebrando a lógica.

Fatores contra como estar com o time desgastado pelo cansaço, não ter o elenco de tão boa qualidade como ano passado, jogar na altitude de 2.800 metros, ter perdido jogadores importantes lesionados como Maicon e Digão, enfrentar o carrasco do ano passado que chegou a final deste ano goleando por 7 x 0, tudo isso faz a LDU ser a franca favorita ao título.

E esse time do Fluminense vem provando a cada jogo, que pode desbancar qualquer favorito, seja em um Mineirão com mais de 50 mil torcedores, e perdendo por 2 x 0, ou no Maracanã contra o então líder Palmeiras.

Avante Fluzão, chegou à hora que quebrar mais uma escrita e deixar de boca aberta todos aqueles que duvidaram da grandeza de sua centenária história.

Relembre como foi a caminhada do tricolor até a final.






Futebol pelo Interior

Vamos atualizar os resultados dos times da região no fim de semana.

O Voltaço empatou por 0 x 0 contra o Ituano-SP em jogo amistoso realizado no último sábado, em Volta Redonda. Após este empate, o time segue sua rotina de trabalho que já incluiu mais dois compromissos: Hoje, a equipe do técnico Paulo Cezar Catanoce realiza um jogo treino às 16h contra o Fênix, que disputa as finais do Estadual da Série C. Dez dias depois, em 5 de dezembro, o tricolor de aço encara o São José-SP. Os dois jogos serão realizados no Raulino de Oliveira.

Já o Fênix, perdeu em casa o primeiro jogo da final da Série C no Estadual.   O time Barramansense foi derrotado por 3 x 1 pelo Sampaio Corrêa, e agora precisa vencer por três gols de diferença em Saquarema, para ficar com o título. Complicou mas ainda dá! Lembrando que o Fênix já garantiu o acesso para a Série B de 2010.

Sprint Final!


Pela primeira vez vejo a imprensa brasileira admitir a possibilidade dos dois cariocas se safarem juntos do rebaixamento. Claro que os resultados conquistados vêm ajudando, porém o mais importante, o respeito pelo futebol do Rio está sendo resgatado.
Os times cariocas vem realizando belas campanhas deste segundo turno, o Fla é o líder, o Flu é o quatro, e o Botafogo vem em uma ótima arrancada.

Para se livrar da segundona basta a dupla carioca vencer seus jogos, pois nos dois casos há a briga com times de confronto direto. O tricolor pode rebaixar o Coritiba, enquanto o Fogão tem a chance de mandar o Atlético PR para a degola.

E nesta última rodada o rubro negro desperdiçou a única chance que teve nestas 36 rodadas de tomar a liderança, pois acredito que o São Paulo não errará mais nas últimas duas rodadas.

O que eu não entendi foi o goleiro Bruno dizer no programa “Arena” da Sportv que a torcida do Fla também é culpada pelo empate, já que fez muito oba-oba, pressionando o time dentro de campo. Ora, o que ele esperava? Torcedores incrédulos diante da possibilidade real de conquistar o título? E se tem alguém que pode fazer oba-oba é o torcedor. Ele é motivado à paixão e paga caro pelo ingresso. Culpar o jogador foi mancada, mandou mal heim Bruno!!!

sábado, 21 de novembro de 2009

Taça, acesso, rebaixados: É a Série B chegando ao fim


O Vasco entrou em campo hoje contra a Portuguesa, com a típica ressaca pós título.

Já conquistado todos os objetivos, acesso de volta a elite, e o título da segundona, a caravela vascaína não demonstrou qualquer interesse na partida de hoje no Maracanã, e não foi por menos que acabou sendo derrotado por 1 x 0.

Para os 30 mil pagantes, restou esperar o apito final para poder comemorar a entrega oficial da taça de campeão da Série B.

Além do Gigante da Colina, Ceará, Guarani e Atlético Goianiense estarão na elite do Brasileirão em 2010.

O Ceará voltará a competir com os grandes do futebol depois de 16 anos de ausência, em contra partida seu arqui-rival, Fortaleza, caiu para a terceira divisão.

Já o Goiás ganhará um clássico regional para 2010. A disputa no estadual é bem acirrada entre as duas equipes, inclusive, a maior torcida do estado é do recém promovido clube goiano.

E o Guarani? Após sofrer com cinco rebaixamentos seguidos entre campeonatos brasileiros e paulista, o time enfim começa a se reerguer. Parabéns ao Bugre, apesar de ser mais um time paulista para infernizar a Série A.

Entre os rebaixados para a terceirona estão além do Fortaleza, o ABC e o Campinense.
Na última rodada será definida a última vaga para o inferno. Brasiliense, Juventude, América de Natal e Ipatinga lutam para se manter no segundo escalão.

Foto: Ivo Gonzales




Ranking de público da Série B


Foi divulgado essa semana pela CBF o ranking das maiores médias de público do Brasileirão Série B.

Como motivo de orgulho para torcida Vascaína e para o torcedor do Rio (deixando a rivalidade regional de lado), o gigante da colina é o primeiro colocado da lista, com a média de 25.658 torcedores por partida.
E ainda mais, o time detém também o maior público já registrado na história da segundona, com 78.609 torcedores pagantes na partida contra o Ipatinga, no Maracanã.

No contra ponto está o Duque de Caxias, com o menor  público registrado em uma partida esse ano, apenas 22 testemunhas acompanharam o duelo com o Brasiliense que terminou em 0 x 0.

Confira a lista completa.

1 - 25.658 Vasco
2 - 21.200 Ceará
3 - 13.536 Bahia
4 - 8.962 Fortaleza
5 - 6.870 Guarani
6 - 6.358 Figueirense
7 - 6.253 América-RN
8 - 5.083 ABC-RN
9 - 4.780 Atlético-GO
10 - 4.414 Campinense-PB
11 - 4.325 Vila Nova-GO
12 - 4.315 Brasiliense-DF
13 - 3.652 Paraná-PR
14 - 3.640 Juventude-RS
15 - 3.411 Ponte Preta
16 - 2.213 Portuguesa
17 - 1.683 Duque de Caxias
18 - 1.310 São Caetano
19 - 1.024 Ipatinga
20 - 744 Bragantino

Partida com melhor público: 78.609 - Vasco 2 x 1 Juventude
Partida com pior público: 22 - Duque de Caxias 0 x 0 Brasiliense

Resende abre peneira para o time profissional


O Resende Futebol Clube estará realizando a partir da próxima segunda-feira, dia 23, inscrições para sua peneira anual. O clube espera revelar bons jogadores para ajudar o time profissional na campanha do Estadual de 2010.

Para participar da peneira o atleta precisa estar em boas condições físicas, ter entre 18 e 26 anos, é ter habilidades com a bola. O time do sul fluminense espera fechar o elenco com até 40 atletas, entre contratados e selecionados da peneira.

Pessoalmente acho muito amadorismo um clube de primeira divisão fazer uma peneira a dois meses do início do campeonato, ainda mais sendo para o time profissional.

Clube de primeira, ou pelo menos se quiser continuar sendo de primeira, tem que contratar. Por isso existe comissão técnica, gerente de futebol, para analisar perfis de jogadores, estudarem possíveis reforços oriundos de outros times. E claro, contratar certo. Não fazendo apenas marketing como foi o caso do Viola esse ano, que mal jogou, já chegou machucado, passando dois terços do campeonato no chinelinho. Curiosamente o patrocínio era da Unimed.

A peneira é válida sim, realizada com seis meses de antecedência, dando a oportunidade do recém contratado se adaptar as condições do time, do clima, para uma ambientalização perfeita. E outra 40 jogadores para um elenco de campeonato estadual é um pouco exagerado, não? Quase quatro times completos para um campeonato de tiro curto.

Entretanto, se é o que temos, então vamos apoiar!

Os interessados em participar da peneira devem ligar a partir desta segunda para a Fundação Resende Esportes, e solicitar maiores informações.

Telefone: (24) 2108-0822 ou 2108-0808 – ramal 8822

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Voltaço enfrenta Ituano em jogo amistoso

Pensando já no Estadual de 2010, o Voltaço fará seu primeiro amistoso após a reformulação do elenco. O jogo será neste sábado contra a equipe do Ituano, que disputa a primeira divisão do Campeonato Paulista.

De acordo com o treinador da equipe, Paulo Cezar Catanoce, a partida será o primeiro grande teste do elenco.
“O Ituano é uma ótima equipe e disputa um campeonato de altíssimo nível, como o Paulistão, e será uma grande oportunidade para avaliarmos o grupo e, principalmente, para saber onde precisaremos corrigir”, afirmou o treinador.

Para Catanoce, os jogadores terão outra postura, pois entrarão em campo vestindo a camisa do Volta Redonda F. C. pela primeira vez.
“Fizemos um jogo-treino e agora se trata de um amistoso. Será a primeira vez que usaremos uniforme oficial e sentiremos o clima de competição que nos espera em janeiro, no Estadual”, disse.

Voltaço e Ituano se enfrentam neste sábado, dia 21, às 16 horas, no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda. Os ingressos custam R$ 5,00.

Fonte: Fair Play Assessoria

Foto: William Ferreira

Pane geral no Verdão


Após a briga ridícula no intervalo do jogo contra o Grêmio, Maurício e Obina mandaram para o espaço as chances de título do Palmeiras. A diretoria tratou de ainda nos vestiários desligar os dois jogadores lutadores do clube.

Acredito que foi a melhor opção, pois o que os dois fizeram não tem desculpa. Deixar o time com dois jogadores a menos no segundo tempo inteiro, em um jogo tão difícil em Porte Alegre, foi decisivo para anular qualquer reação do Verdão, que já perdia por 1 x 0.

Com o a demissão sumária dos dois, a diretoria esperava apagar rapidamente o incêndio instaurado no clube, mas isso passou longe de acontecer. O zagueiro Danilo disse em entrevista após o jogo que existem jogadores no Palmeiras que parecem que não estão nem ai, e o goleiro Marcos disse para a torcida não se iludir, para desistir do título.

Em meio a esses problemas, o presidente do alviverde foi suspenso por nove meses pelo STJD, por conta das fortes e polêmicas declarações envolvendo o árbitro Carlos Eugênio Simom. (mesmo já sabendo que o tribunal irá afrouxar e ele voltará as suas atividades em fevereiro).

O tsunami que está concentrado no Palestra Itália parece não ter fim, o time venceu apenas um dos últimos oito jogos. O elenco está rachado, existem graves problemas de relacionamento, inclusive por ciúmes ao atacante Vagner Love. Com o andar da carruagem a vaga que já chegou a ser 98% garantida na Libertadores, está seriamente ameaçada.

Quanto ao título, São Paulo e Flamengo agradecem!

Foto: Ricardo Simoli

Hora do troco!

LDU sapeca 7 x 0 no River Plate do Uruguai e vai à final.

Fluminense e LDU voltam a se enfrentar depois da Libertadores, novamente em uma final, só que desta vez pela Copa Sul-Americana.

A diferença básica de hoje para o ano passado é o momento dos times. Enquanto no ano passado o tricolor era favorito absoluto, pelo futebol que apresentava e pelo salto alto das entrevistas, a LDU era somente uma zebra. Passada a final e o sonho indo ralo abaixo, hoje, principalmente depois das semifinais, a história é outra.

O Fluminense apesar de duas vitórias em cima do Cerro Portenõ em sua semifinal suou muito para se classificar, quase indo para os pênaltis.       Já a LDU, simplesmente massacrou seu adversário. Confesso que nunca tinha visto uma partida de mata-mata tão desproporcional, seja em qualquer campeonato de futebol.

Na partida de ida o time Equatoriano havia perdido por 2 x 1 para River Plate genérico (Uruguai), bastando então, uma simples vitória em casa para garantir a classificação.
Só que o que eu vi foi um time avassalador, se aproveitando da altitude onde a bola fica mais rápida a LDU abriu 3 x 0 ainda no primeiro tempo, e voltou para a segunda etapa como se estivesse zero a zero azeitando mais quatro gols em cima do pobre River.

Pela bela goleada aplicada e contando com os três desfalques do Flu, o algoz da Libertadores entra como favorito para a final. Quem sabe desta vez o favorito também perde? O Flu precisará passar pelo trauma do Estádio Casa Blanca, onde tomou um sufoco sem sim, sendo goleado no primeiro jogo da final do ano passado.

Resultados a parte, os dois times vem se consolidando como potências emergentes no futebol sul-americano, realizando duas finais seguidas por torneios diferentes. A LDU ainda foi campeã da Recopa, torneio que reuniu o vencedor da Libertadores de 2008, com o campeão da Copa Sul-Americana, o Internacional.

O que é certo é que a torcida do Flu terá a chance que tanto esperava. Mais uma final, novamente contra a LDU, e o palco do segundo jogo da final sendo o Maracanã. Repito o post de ontem, é a oportunidade dos Deuses do futebol repararem a grande injustiça cometida no ano passado.

Serão dois belos jogos!

Fotos: Agência EFE

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Fluzão Espetacular!


Aos 47 do segundo tempo o Fluminense empatou a partida evitando os pênaltis. Aos 49 virou, vencendo o jogo, mantendo doze jogos de invencibilidade, com sete vitórias consecutivas e se garantindo na final da Copa Sul-Americana.

Em torneios continentais o Fluzão vem realizando partidas históricas, com vitórias épicas, dignas das tradições centenárias no clube. A vitória contra o Cerro Portenõ na noite de ontem veio para exemplificar tudo o que este grupo vem passando nas últimas semanas. Todos os jogos são guerra, é preciso dar literalmente o sangue como fez o zagueiro herói Gum, ou como fizeram o também zagueiro Digão, que saiu com uma fratura no osso do pé e o atacante Maicon “Bolt”, que sofreu uma fisgada na coxa após mais uma de suas arrancadas.


Mais uma vez mais de 50 mil tricolores estiveram apoiando o time, e logo após o gol do time Paraguaio, a torcida continuou a cantar com todo pulmão, como se fosse à última vez que estavam vendo o time jogar. Essa entrega total, tanto da torcida, quanto do time em campo é que faz o futebol se tornar algo tão fantástico, imprevisível e que faz acordar a vizinhança aos berros por todo Brasil, pois já passamos da meia noite, gritando “Estamos na Final”.

E para o torcedor tricolor, essa final representa muito, principalmente se for contra a LDU. Desde a derrota na final da Libertadores, o time vem em queda livre, no Brasileirão no ano passado, Carioca, Copa do Brasil, e a campanha caótica desde ano. O time mesmo muito modificado nunca mais se achou, um ano e seis meses perdido entre derrotas e a sombra da dolorosa derrota para os Equatorianos.

Porém agora, a história do futebol terá a chance de reparar ou ao menos amenizar um dos maiores enganos do mundo da bola, não contemplando o Fluminense e sua linda torcida com o título da Libertadores. Esse time de hoje que luta, sangra, virá um jogo dificílimo em dois minutos a partir dos 47 do segundo tempo, esse também merece.    Jogar duas vezes na semana, não podendo perder um jogo sequer senão será rebaixado, com muitos jovens em campo, sendo alvo de deboches da imprensa, com três meses de salários atrasados até a partida de ontem, é muito revés para um time só, que mesmo assim insisti em se manter de pé. Esse time se recusa a cair.

Ao final do jogo coube ao Cerro Portenõ fazer o que a maioria das equipes sulamericanas fazem durante os jogos, partir para a porrada. Cena lamentável, e o Fernando Henrique que atacou de “Severino faz tudo" ontem, sendo médico, auxiliar técnico e lutador no meio da confusão, acabou sendo expulso por dar uma voadora “Alá Romário”, em um atleta Kikboxing do Paraguai.

Que venham à final, que venha a LDU, que se faça a profecia!

Fotos:  1 e 2 Lancenet
3 - Arquivo William Ferreira

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Cálculadora na mão


Confira as chances dos times que brigam pelo título, libertadores e rebaixamento.

Faltando apenas três rodadas para o fim do Brasileirão,  a briga para o título, libertadores e rebaixamento vai se afunilando. No topo da tabela e com muito fôlego, estão São Paulo e Flamengo decidindo quem será o campeão.

Já a briga pelas vagas na Libertadores está mais aberta, além dos candidatos ao título, outros quatro times brigam por mais duas vagas. São eles: Palmeiras, Atlético MG, Internacional e Cruzeiro.

Já pelo rebaixamento apenas uma vaga para o inferno ainda está aberta, a do Fluminense. Os Pernambucanos, Sport e Náutico já estão condenados, mesmo o último ainda tendo remotas chances matemáticas. Também com chances mínimas, está o Santo André, mas pelo futebol que vem jogando, já carimbou faz tempo sua passagem de volta a série B, para se juntar com seus outros 300 amiguinhos times paulistas.

O tricolor das laranjeiras é quem nada relutando para destruir a matemática. Há cerca de quatro rodadas atrás o time tinha 98% de chances de ser rebaixado. Após a espetacular sequencia de quatro vitórias e com tropeços de adversários, o time carioca ainda sonha com um final feliz em 2009. Entretanto mesmo com a tabela mostre ser favorável ao Flu, a matemática continua dura e desanimadora, taxando em 70% a probabilidade de o tricolor cair.

Veja os números no matemático Tristão Garcia.

Chances de Título e Libertadores

São Paulo - 50%         99%

Flamengo - 40%         98%

Palmeiras - 7%           79%

Internacional - 1%       51%

Atlético-MG - 1%         44%

Cruzeiro - 1%              25%

Avaí          -                  4%


Rebaixamento

Santos - 1%

Vitória - 1%

Coritiba - 3%

Atlético-PR -  4%

Botafogo - 26%

Fluminense - 70%

Santo André -97%

Náutico - 99%

Sport - 100%

terça-feira, 17 de novembro de 2009

Dois Toques

Divulgada as datas das finais da Terceirona

O Fênix já sabe quando e onde serão disputados os jogos da grande final do Campeonato Estadual da Série C. A Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FERJ) divulgou nesta quinta-feira, dia 17, as datas e locais das partidas da decisão da Terceirona Carioca.

De acordo com a FERJ, o primeiro jogo da final será realizado no próximo domingo, dia 22, às 16 horas, no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda. Já a segunda partida da decisão será no domingo, dia 29, às 16 horas, na Arena Guanabara, em Araruama.

Fonte: Fair Play Assessoria



Campanha para Washington

Você ainda pode contribuir para o tratamento de Washington, ex-atacante do Fluminense que sofre com um raro problema de saúde chamado ELA - Esclerose Lateral Amiotrófica. O ídolo tricolor abriu uma conta poupança para depositar a doação dos tricolores.

Nome: Washington Cesar dos Santos
Banco: Bradesco
Agência: 0447-2
Conta Poupança: 1006424-4

Vale lembrar que a torcida tricolor em um gesto solidário conseguiu arrecadar cerca de R$ 63 mil reais para o ídolo, na partida contra o Atlético PR. Porém o valor ainda é muito modesto diante da complexidade do tratamento. Acho legal poder ajudar, não só contando com o incentivo dos tricolores, mas de todo aquele que gosta da história do futebol.

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Apatia e derrota


O time do Botafogo realmente é uma incógnita. Não consigo entender como o mesmo time que venceu o Internacional no Beira Rio, venceu o Goiás no Serra Dourada, (isso quando esses dois ainda brigavam pelo título a poucas rodadas), consegue jogar tão mal, ser tão passivo contra o Barueri.

A derrota de ontem, de forma que ocorreu, foi inexplicável. Uma apatia absoluta, típica de quem já está de férias, ou está de má fé.
Perder um jogo é uma consequência da partida, mas abdicar de tentar ganhar é inadmissível. Caso vencesse, o glorioso praticamente selaria as chances de ser rebaixado, pois continuaria com cinco pontos de vantagem para o Flu, em apenas nove disputados.

Agora o Botafogo terá três pedreiras pela frente, recebe os aspirantes ao título São Paulo e Palmeiras e sai para enfrentar o também ameaçado de rebaixamento, Atlético Paranaense. Alguém precisa dar uma sacudida neste time, que necessita desesperadamente de uma vitória contra o líder São Paulo, no próximo domingo.

Foto: Lancenet!

Arrancada Fla-Flu!

Que recuperação espetacular vem fazendo Flamengo e Fluminense no segundo turno do brasileirão. Após grandes oscilações de resultados, muito por parte do Flamengo, já que o Flu desde a 3ª rodada vem mal, as duas equipes tomaram o gosto pela vitória e seguem firme na luta por seus objetivos.

Flamengo

A  vitória do Flamengo contra o Náutico, dentro dos Aflitos contou com mais uma atuação perfeita do time, se defendendo com propriedade e atacando com inteligência. E se Pet não esteve tão presente na armação das jogadas, o rubro negro teve um inspirado Adriano, dando assistências, armando jogadas, belos dribles e fazendo gol.

Vale lembrar que o Flamengo venceu dois jogos seguidos e fora de casa, tido como dificílimos nessa reta final, contra o Galo no Mineirão, e ontem em Pernambuco.

Dos três jogos que faltam o Fla irá jogar dois em casa, contra times que não tem muito mais a disputar, Goiás e Grêmio, além de pegar o Corinthians fora, que já estará de férias.
Se o rubro negro mantiver a pegada nos últimos jogos, vejo como favorito ao título, já que acredito que o São Paulo não passará de um empate com o Botafogo no Rio.

Fluminense

O Fluminense vem surpreendendo a todos nesse final de campeonato. Ontem venceu mais uma, a quarta seguida no brasileirão, ficando a apenas dois pontos do Botafogo, primeiro fora da degola. Mais de 55 mil tricolores apaixonados foram ao Maracanã ajudar a equipe a superar mais uma etapa dessa missão improvável, vencer todos os sete jogos restantes, para não ser rebaixado.

O Flu não jogou tão bem como em jogos contra o Cerro Portenõ e Palmeiras, mas soube fazer valer a força da torcida que empurrou o time para a vitória contra o Atlético Paranaense. Destaque especial para o trio, Conca, Maicon e Fred, tem se entendido muito bem na criação tricolor, com variedade de jogadas e muita categoria. Aliás, por falar em categoria, que passe do Argentino para o segundo gol do Flu, que facilidade que ele pega na bola!

Mas falando da queda de rendimento do Flu nessa última partida, eu credito devido ao cansaço dos titulares. O time nem mesmo vem treinando, já que tem jogado duas vezes na semana, tendo que viajar para Chile e Paraguai, devido aos jogos da Copa Sulamericana. Porém, se quiser evitar o rebaixamento e conquistar o torneio Internacional a equipe ainda precisará de fôlego para seis jogos, com o prazo final de 6 de dezembro, para enfim dar um Natal digno as tradições tricolores.

Força Fluzão, falta pouco!

Fotos: Lancenet!

domingo, 15 de novembro de 2009

Fênix garante acesso a Série B!


O Fênix conseguiu agora pouco de forma brilhante o acesso para a série B do estadual do Rio. Após vencer o Rio das Ostras por 2 x 0 no jogo de ida realizado no Raulino de Oliveira, o time Barramansense conseguiu segurar um zero a zero na casa do adversário, garantindo uma vaga na final da terceirona e conseqüentemente o acesso para a série B.

“Esse é o resultado de um trabalho que começou de uma forma séria e profissional e todos os jogadores que nos ajudaram na conquista desse objetivo estão de parabéns pelo empenho e pela forma com que se doaram nos jogos e nos treinamentos”, agradeceu o técnico Valter Cesar, o Valtinho, que disputou sua primeira competição profissional.

Com a promoção, nossa região terá em 2010 dois representantes na segundona do campeonato estadual. Além do Fênix, o Angra dos Reis também disputará a competição visando a elite do futebol.

Parabéns ao Fênix pelo grande passo dado em sua ainda curta história, demonstrando que uma gestão séria pode render frutos rapidamente, vide outros casos de sucesso como o Tigres do Brasil, Boa Vista e muitos outros. E também fica um tapa na cara da péssima administração do Leão do Sul, que em meio à competição não conseguia nem divulgar a escalação de seu time. É hora de rever o quanto o Leão do Sul é um time de futebol e o quanto é um departamento da prefeitura de Barra Mansa.

Foto: Divulgação

Angra perde, mas permanece na segundona


Pela segunda divisão do Campeonato Carioca, o Angra dos Reis perdeu ontem por 3 x 1 para o Villa Rio, em Mesquita.   O jogo foi válido pela última rodada do grupo da morte, e mesmo com a vitória o Villa Rio acabou sendo rebaixado para a terceira divisão, juntamente com o Campo Grande.

O time da Costa Verde conseguiu se livrar do rebaixamento, garantindo sua permanência na segundona de 2010, mas todos nós esperamos uma melhor campanha ano que vem, para quem sabe em 2011, termos três representantes da região na série A do estadual.

Sorte ao Angra em 2010!

sábado, 14 de novembro de 2009

Vasco conquista a Série B!


70% de aproveitamento. Essa é a porcentagem do Vasco Campeão da Série B, em 2009.

Após uma virada emocionante digna de uma final, o Gigante da Colina faz sua parte no Maracanã, conquistou o título com três rodadas de antecedência e entra para o grupo de grandes do futebol que caíram e já no ano seguinte conquistaram o título e consequentemente o acesso para a série A.

Em casos anteriores, Grêmio, Palmeiras e Corinthians haviam sido campeões no ano seguinte ao do rebaixamento. Atlético MG e Botafogo subiram como segundo colocado. Já o Fluminense subiu .....subiu......sem qualquer explicação plausível até hoje.

Com uma campanha respeitável, em 36 jogos, dos 38 no total, o Vasco venceu 22 vezes, empatou 10 e perdeu somente quatro, marcando 58 gols e levando 26. O clube agora é o detentor do mais público já registrado na história da Série B, com 80 mil pagantes.

Parabéns ao clube, torcida e principalmente ao futebol do Rio, por contar com um grande representante de volta. Esperamos que os quatro possam estar juntos em 2010 para diminuir a prepotência da irritante imprensa paulistana.

Foto: Globoesporte.com

Atenção amigo cronista: Fique atento a renovação de sua ACERJ


Amigos cronistas esportivos da região, fiquem de olho no prazo de renovação das carteirinhas da ACERJ. Para o ano de 2010, as carteiras terão um ajuste, entretanto se renovarem até dia 22 de dezembro, poderão pagar com o reajuste menor.

Segue abaixo o comunicado da entidade, informando sobre os prazos e valores.

"De acordo com as prerrogativas concedidas pelo Estatuto da ACERJ à presidência e diante das necessidades decorrentes da nossa atividade regular e da dívida acumulada no passado, faz-se necessário informar que:
As anuidades ACERJ, ABRACE e AIPS sofrerão reajustes a partir da próxima renovação.
É importante lembrar que as mesmas encontram-se congeladas pelos últimos três anos e que nada teve seus valores mantidos desta forma por igual período.

No processo de renovação o sócio ASPIRANTE terá que apresentar novamente declarações da faculdade que estiver cursando (atualizando o período) e do veículo para o qual esteja prestando estágio. Caso tenha concluído o curso deve trazer o diploma para passar à categoria militante. Já o sócio MILITANTE, que fez o recenseamento em 2009, precisará apenas ter seu nome incluído na relação enviada pelo veículo de comunicação, devidamente assinada pelo responsável pela equipe. No caso de free-lancers comprovação da atividade mediante trabalhos executados.

A ACERJ está cada vez mais empenhada em dar aos cronistas esportivos condições dignas para o exercício da atividade. Por isso as exigências quanto ao credenciamento anual serão cada vez mais rigorosas.
A queda da obrigatoriedade do diploma não muda os critérios de credenciamento. De acordo com nosso Estatuto, artigo terceiro, pode associar-se à ACERJ "pessoa maior de 18 anos que prove ser jornalista ou radialista esportivo registrado no Ministério do Trabalho".

Os valores são os seguintes:

ACERJ 2010 – De agora até 22 de dezembro o valor será de R$ 140,00. A partir de 3 de janeiro o valor cobrado será de R$ 150,00.

ABRACE 2010 – R$ 100,00.

AIPS 2010/2011 – US$ 60,00 ou o equivalente em reais de acordo com a cotação vigente.

Informamos ainda que nossas atividades serão encerradas dia 22 de dezembro, entrando em recesso, retornando dia 3 de janeiro de 2010."

Contamos com a compreensão e a colaboração dos companheiros.

Eraldo Leite - Presidente

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

River Plate vence LDU em jogo de ida

Em jogo válido pela semifinal da Copa Sulamericana, o River Plate do Uruguai venceu agora pouco a LDU por 2 x 1, no Estádio Centenário.

Como a equipe Equatoriana fez um gol fora de casa, basta vencer por um a zero na quinta-feira que vem, na altitude de Quito, para se classificar a final. Confirmando a tendência, Fluminense e LDU devem realmente reeditar a belíssima (e trágica para os tricolores), final da Libertadores do ano passado. A ansiedade dos torcedores tricolores pelo reencontro é muito grande.
Aliás, até o narrador da TV Globo, Luiz Roberto declarou que gostaria de um novo cruzamento das duas equipes na final do torneio, disse que seria uma boa chance de tirar o que ficou engasgado a pouco mais de um ano, no Maracanã. Agora é esperar para ver se o mundo do futebol dará uma nova chance aos torcedores tricolores de sentirem a boca menos amarga.

Foto: Agência EFE

Divulgado Grupos do Carioca 2010

Em uma reunião ontem à tarde entre a Ferj e os clubes cariocas, foi aprovada a forma de disputa do Campeonato Carioca 2010.
O molde de disputa será o mesmo dos últimos quatro anos, inclusive o seu texto polêmico sobre o rebaixamento o qual foi para o tapetão neste ano.

A única pendência ainda a ser resolvida é sobre a utilização do Maracanã pela dupla Fla x Flu. A Suderj sugere que o estádio seja fechado imediatamente para reformas já no fim do Brasileirão deste ano, já a Ferj espera utilizá-lo até o fim do estadual.
O modelo considerado de sucesso pelos clubes terá início em 16 de janeiro, sendo disputado em dois turnos, Taça Guanabara e Taça Rio.

A nossa região mais uma vez estará representada por dois times, Volta Redonda e Resende. Cada time do sul fluminense caiu em uma chave. Confira!

GRUPO A
Flamengo
Fluminense
Americano
Bangu
Boavista
Volta Redonda
Duque de Caxias
Segundo colocado da Série B

GRUPO B
Vasco
Botafogo
Macaé
Madureira
Friburguense
Resende
Tigres
Campeão da Série B

Foto: Agência Ferj

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Arbitragem: Jogo do resta 1

Menos de uma semana depois do chororô demasiado do presidente do Palmeiras, Belluzzo, a moeda mudou de figura. Após o erro grotesco do árbitro Elmo Resende no jogo de ontem entre Palmeiras e Sport, a diretoria do verdão se pronunciou dizendo que não tem nada a ver com isso, se o time pernambucano sentiu prejudicado que corra atrás do seu prejuízo.

Na lógica tudo bem, não tem mesmo, mas foi um tapa na cara de quem há quatro dias atrás pedia a moralidade no futebol, dizendo que podia haver esquemas de favorecimento entre os times. E agora Belluzzo, você está fazendo parte do esquema?

Para a CBF que já havia afastado Simon devido ao erro anterior, não restou muita opção a não ser afastar também Elmo Resende. Esse por sinal continuou errando até mesmo no dia seguinte ao jogo, quando preencheu a súmula entregue a CBF, ele errou o nome do autor do gol, creditando Diego Souza ou invés de Danilo, e errou também o tempo do gol, descrevendo aos 42 ao invés de 39.

O STJD disse que se o Sport se sentir prejudicado e tiver provas suficientes para apresentar, a partida poderá ser anulada. Sinceramente, acho muito difícil que isso ocorra ainda mais se tratando em benefício de um time pernambucano. Porém, é bom lembrar que o resultado de 2 x 2 também não foi bom para o Palmeiras, a quem um novo jogo poderia ser uma ótima chance de recuperar os pontos perdidos em casa.

E se a moda pega a cada erro gotresco de juízes, o Brasileirão iria demorar uns três anos para terminar, com cada partida sendo disputada umas cinco vezes.

Ainda bem que o campeonato deste ano está acabando, por que do jeito que anda tendo erros de arbitragem e a CBF punindo os retirando os árbitros, o próprio Ricardo Texeira teria que comandar o apito na última rodada.

Foto: Súmula/Site CBF

Engatou a quinta!

Com propriedade de quem é grande, o Flu conquista mais uma vitória, dessa vez pela Copa Sulamericana, a quinta seguida entre a copa e o Brasileirão e mostra que tem time sim para se manter na primeirona.

O tricolor fez uma partida irretocável, consistente no ataque, soube explorar bem as fragilidades do Cerro Portenõ e comandou o jogo no Paraguai. Se não fosse o “empata sonhos” do Hector Baldassi, que não marcou um pênalti escandaloso em cima de Conca, o Flu poderia ter saído com uma vitória mais ampla.

Fred mais uma vez fez o que se espera de um goleador, pode ficar a maior parte do jogo sumido, mas na hora em que pintar uma oportunidade, balança as redes e trás a vitória pra casa. Desde a sua volta após a contusão, já são nove gols em nove jogos. O Flu vem de cinco vitórias seguidas, e três partidas sem tomar gols. Cuca barrou os veteranos Luiz Alberto, Paulo Cesar, Ruy, Roni e colocou a molecada pra jogar, e não é que deu certo!
O time pode até não escapar do rebaixamento, pois além de reagir um pouco tarde, necessita de tropeços de Botafogo e/ou principalmente Coritiba, o qual o Flu briga diretamente. Entretanto, está dando gosto de ver o time jogar, ousado, acreditando nas bolas perdidas, merecendo ficar na elite pelo bom futebol pelo sprint final do Brasileirão.

Próxima batalha domingo, no Maracanã, contra o Atlético Paranaense. A vitória é muito difícil, o desgaste de seguidos jogos e viagens são muito grandes. Mas uma coisa tenho certeza, que pelo menos 70 mil tricolores apaixonados estarão lá para apoiar o time incondicionalmente e esse time de guerreiros vai lutar muito por esses três pontos.

Fotos: Fred/Globoesporte.com
Torcida: William Ferreira

Empate frusta Verdão e rebaixa o Sport

O empate trágico e heróico ao mesmo tempo do Palmeiras com o Sport não foi bom para nenhum dos dois. Ao mesmo tempo que o verdão foi buscar no limite o resultado, já no final da partida, o time deixou e vem deixando escapar nas últimas rodadas um título que parecia certo.

Para o Sport, com quatro rodadas de antecedência o rebaixamento vem manchar um ano de título estadual e brilhante campanha na Taça Libertadores. Mas pecando pelo descuido, o time mais uma vez abre o jogo fazendo dois a zero e deixou o resultado escapar. No domingo passado, havia feito dois a zero no Cruzeiro e deixou a equipe Celeste virar.

Uma triste coincidência para os Pernambucanos é o fato de o time ser rebaixado pela terceira vez no Brasileirão, sempre nos anos terminados em nove, nas últimas três décadas. 1989/1999/2009.

Porém, se o resultado não foi nada bom para os times, os adversários agradecem. Na parte de cima da tabela, São Paulo, Flamengo, Atlético MG e Cruzeiro, agradecem o tropeço inesperado. Já na parte debaixo, Fluminense, Santo André, Náutico tem menos um adversário na luta contra a degola.

Foto: Agência Estado

terça-feira, 10 de novembro de 2009

Chororô sem fim

Mas que “chororô” mais enjoado dessa diretoria do palmeiras. Parece que está com “Botafoguisse aguda”. Estão reclamando a três dias do gol anulado do Obina, que realmente não foi falta. Entretanto, ignoram descaradamente o fato de o lance que originou o gol, nem ter sido escanteio. Na verdade foi tiro de meta. E ai? Como fica?!

O Simon foi afastado pela CBF devido à pressão da diretoria do Palmeiras, mas e o diretor Belluzzo? Quero ver a atitude do STJD em relação a ele, o que ele falou não pode ficar impune. Acusações graves foram feitas, atacando diretamente a índole do árbitro, o chamando de vendido. Pode até ser vendido, mas tem que provar!

Outra coisa que acho engraçado dessa choradeira sem fim é que há poucos jogos atrás um árbitro deixou de dar três pênaltis a favor do Cruzeiro contra o mesmo Palmeiras. Essa conta eles esquecem rápido né?! Aliás, a imprensa paulista tem muita culpa nisso tudo. Só se fala neste gol anulado que pode impedir de o Palmeiras levar o título. Mas e a competência para não tomar o gol ou fazer outro?! Tem é que arrumar uma desculpa para o time paulista perder para o carioca.

E em um passado recente, quem esqueceu que o gol do título do São Paulo em 2008, foi em impedimento?! Jogo do Goiás x São Paulo, em Goiânia. Segundo tempo, estava zero a zero e o juizão validou um gol quase um metrô irregular.

E 2005, alguém esquece? Internacional e Corinthians disputavam a liderança no final do segundo turno, e no confronto direto, pênalti a favor do colorado que o juiz fingiu que não viu e ainda expulsou o atacante do Inter por reclamação. Mais um paulista campeão brasileiro.

Não estou dizendo que os títulos ganhos nos últimos anos são por culpa da arbitragem, claro que há competência e planejamento. Porém, critico essa mania besta da imprensa e diretoria paulistana de ser sempre a vítima, serem intocáveis.

E mais uma coisa, nem vou comentar as últimas declarações do Neto, da vendida Band, por que ele nem é jornalista. É um torcedor fanfarrão que gosta de polemizar e está tirando a vaga de alguém que poderia dar mais qualidade aos comentários da TV.

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Um gigante de volta!


Se não foi brilhante, foi com muita honra e seriedade. O gigante da colina está de volta à elite do futebol brasileiro.

Com quatro rodadas de antecedência, o Vasco conquista o acesso a primeirona e está muito próximo também de comemorar o título. Parabéns a equipe Vascaína que soube trabalhar com humildade durante o campeonato e principalmente ao técnico Dorival Júnior, que mesmo com uma equipe limitada em mãos conseguiu achar um ponto de equilíbrio entre o fraco ataque e a boa defesa.

Tenho alguns amigos Vascaínos os quais são muito fiéis ao time, estiveram presentes com freqüência em São Januário, dando o apoio que o time necessitava neste momento de resgate de suas tradições.
E enfim, Carlos Alberto se acertou em um time, sendo sem dúvida o símbolo desta campanha vitoriosa, tornando-se um ídolo dos torcedores cruzmaltinos.

Apesar da rivalidade entre os cariocas fico muito feliz com a volta do Vasco. É um time que se destaca entre os principais vencedores do cenário nacional, um representante de peso do Rio, que conquistou com muita dignidade seu lugar ao sol.

Sejam bem vindo novamente, Gigante da Colina!

Foto: Lance!

Rodada espetacular!

Que rodada espetacular deste fim de semana no Brasileirão!

Com o empate do São Paulo e a derrota do Palmeiras os times que brigam pelo G4 encostaram, deixando a briga pelo título totalmente aberta.

Destaque para as vitórias da dupla Fla x Flu, que seguem firme na batalha de seus objetivos distintos. A vitória do Cruzeiro sobre o Sport por 3 x 2, exatamente idêntica a sua derrota na semana passada, também me impressionou muito. Muito mais além do clichê de não haver jogo fácil, esse Brasileirão está mostrando que não existe o resultado óbvio, nas últimas rodadas então, a palavra “favorito” anda sem fundamentação.

Tirando o Sport, já depois da derrota em casa, já esta virtualmente rebaixado, pois está 11 pontos atrás do primeiro time fora de rebaixamento, em 12 pontos a disputar, o restante está a aberto. Briga pelo título, G4, Sulamericana e rebaixamento, cada jogo apresenta uma história, deste que sem dúvidas é o melhor campeonato dos últimos sete anos.

Um parabéns especial a torcida do Fluminense. Os mais de 66 mil torcedores que comparecem no maracanã foram recompensados pelo empenho do time e a vitória em cima do então líder Palmeiras. Ir ao estádio apoiar quando o time está lutando pelo título ou libertadores é muito fácil, mas comparecer em grande número e ainda fazer uma linda festa, com músicas e mosaico quando o time está na lanterna, brigando no rebaixamento, realmente é para se destacar.

Apesar das três vitórias consecutivas, a missão do tricolor ainda é muito difícil, continua cinco pontos atrás do primeiro time fora da degola, Botafogo e agora Coritiba.

Mas pelo empenho demonstrando pelo time em campo e também a fé dos torcedores, vale a pena acreditar no improvável.
Um detalhe, na última sexta feira, o elenco tricolor completou três meses de salários atrasados.

Fotos: Flamengo/ Gil Leonardo
Fluminense/Lance!